Conservação Ambiental

Nutrição animal

Aqui, no Zoo Pomerode, entendemos que não basta apenas fornecer alimento aos animais. Trabalhamos com NUTRIÇÃO, ou seja, o fornecimento dos nutrientes básicos necessários para um animal nas suas diferentes etapas da vida: crescimento, manutenção e reprodução.

As dietas são elaboradas com a preocupação em serem nutricionalmente balanceadas de acordo com a espécie, estado fisiológico e hábito alimentar em vida livre. A apresentação dos alimentos aos animais também é levada em conta, isto é, deve-se fazer com que a alimentação esteja de acordo com os aspectos físicos e psicológicos de cada animal.

Os aspectos físicos estão relacionados com o tipo de dentição e a forma de apreensão, cada um com a sua particularidade. Por exemplo, podemos comparar a dieta de uma cutia e de um cervo: para a cutia, devemos oferecer alimentos abrasivos, que ajudem no desgaste dos incisivos; já para o cervo, que não possui dentes capazes de roer os alimentos, há a necessidade de cortes menores. Em animais recém chegados, a escolha dos itens alimentares deve ser de forma gradativa, sempre avaliando a preferência do animal. Tudo é quantificado e anotado. Esse trabalho é mais difícil com animais apreendidos, uma vez que eles já vem com vícios de alimentação.

Agora, você já sabe que a alimentação é responsável por grande parte do bem estar dos animais no Zoo, e que cada espécie conta com uma biologia, necessidades e paladares diferentes.

VEJAMOS COMO SÃO PREPARADAS ALGUMAS DIETAS NO ZOO:

Quanto à estrutura física da COZINHA dos Animais, dotamos de Depósito de Rações, Grãos e Suplementos, Câmara-fria para refrigerados, área para preparo das dietas e área para higienização de utensílios utilizados na alimentação dos animais. Quanto ao preparo dos alimentos, no Zoo existem pessoas que higienizam, cortam e pesam os itens alimentares e produzem as bandejas, ou seja, montam as dietas pré – estabelecidas por Biólogos e Veterinários.

ANIMAIS CARNÍVOROS: Para manter animais que necessitam de proteínas e nutrientes provenientes de alimentos de origem animal, elaboramos dietas à base de carne bovina, de aves e suína. São utilizadas as mesmas comercializadas para seres humanos e suplementadas com vitaminas e minerais. Mas, no Zoo Pomerode existem espécies que não aceitam pedaços de carne, como serpentes e rapinantes, por exemplo, que necessitam de um alimento específico para que seu metabolismo continue em equilíbrio. Deste modo, mantemos um BIOTÉRIO - área específica, autorizada e equipada, cuja finalidade é a de manter e reproduzir animais como roedores, aves e insetos para que possam ser utilizados como parte da dieta destes animais. Algumas pessoas sentem repulsa ao verem, por exemplo, uma serpente se alimentando de um camundongo no Zoo. As pessoas se esquecem de que, na Natureza, estes animais se alimentam assim – isto se chama CADEIA ALIMENTAR. Quanto aos cuidados com os animais do Biotério, não se preocupe: eles são tratados com todo profissionalismo e dedicação necessários ao seu bem estar.

ANIMAIS HERBÍVOROS: São elaboradas dietas com base em proteína vegetal, provenientes da grande diversidade de frutas, verduras e legumes, que são oferecidas com as rações para elefantes, zebra, antas...

AVES: Preparamos as dietas para todas as espécies de aves, sejam catadoras, filtradoras, carnívoras, frugívoras.

PRIMATAS: A base da alimentação dos Primatas, sejam eles de grande ou pequeno porte, é sempre frutas, verduras e legumes; complementamos com grãos, sementes, ovo cozido.

RÉPTEIS: A alimentação dos répteis não é fornecida todos os dias, afinal sabemos que estes animais possuem um metabolismo bem diferente das aves e mamíferos.

CURIOSIDADES: Outros itens usados por humanos também podem ser revertidos para a saúde nutricional dos animais com um resultado seguro e excepcional, como:

• Papas comerciais para bebês para animais que não estão se alimentando;

• Complementos lácteos, ricos em vitaminas e minerais para normalizar disfunções alimentares;

• Leites especiais para filhotes debilitados ou sensíveis;

• Essências diversas para aumentar a palatabilidade de alimentos;

• Uso de creme de leite ou do leite de coco para complementar fonte de gordura.

Também temos um grande uso de alimentos comercializados para animais domésticos que são muito úteis para silvestres cativos: rações para gatos podem ser oferecidas para outros felinos, a de cachorros para outros canídeos e espécies afins.

Veja também:

» Conservação

» Programas de conservação

» Bastidores do Zoo

» Nutrição animal

» Espécies ameaçadas

» O Zoo em números